De A a Z, tudo se pode fazer DE OUTRA MANEIRA...
 

Ana Marques Pereira

Conheci a Ana Marques Pereira há cerca de 30 anos, ela hematologista e eu oftalmologista no Hospital de Santo António dos Capuchos. Mas por estranho que pareça, não foi a medicina que nos aproximou mas sim outros campos ligados à cultura e ao património, designadamente a azulejaria de fachada, área na qual trabalhámos em conjunto na década de 1980. Mas os interesses da Ana Marques Pereira estiveram desde sempre ligados à gastronomia e à história da alimentação, áreas no âmbito das quais tem feito uma investigação profunda e original. Além de exímia cozinheira, conhece como ninguém a história dos alimentos, dos usos, dos costumes e dos objectos ligados à evolução da alimentação ao longo dos tempos.
Se tivesse que definir a Ana com duas palavras, diria rigor e criatividade. Rigor em tudo o que faz: na investigação, onde acrescenta sempre contribuições pessoais e originais, na selecção criteriosa dos objectos que colecciona, na escrita dos livros e artigos que tem publicado e grande criatividade na maneira como reinventa constantemente as deliciosas receitas com que gosta de brindar os amigos.

Isabel Almasqué
Junho, 2018

Foto e video de Minnie Freudenthal e Manuel Rosário


O próximo livro de Ana Marques Pereira «Vestir a Mesa. Séc. XV-XX» é um projecto em crowdfunding apoiado pelo Museu de Alberto Sampaio de Guimarães e pela Associação Amiguinhos do Museu.

Embora existam muitos estudos parcelares este é a mais completa investigação sobre este tema, mesmo a nível internacional, com valorização de um património nacional cada vez mais esquecido.

É uma edição bilingue e de grande cuidado gráfico que pode ser apoiada pela aquisição prévia de livros, a preço mais baixo.

Para saber como apoiar este projecto, clique

AQUI 


VER MAIS em

Blog Garfadas on line

Partilhar
Escrito por

Isabel Almasqué, Médica oftalmologista. Ex-Chefe de Serviço de Oftalmologia do Hospital dos Capuchos. Ex-Secretária-geral da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia. Co-autora de vários livros sobre azulejaria portuguesa.

Últimos comentários
  • Tenho que ser a primeira a comentar este extraordinário trabalho feito por amadores que são mais profissionais do que muitos que se dedicam a estas actividades. Muito obrigado por este trabalho de divulgação da minha actividade paralela e dos meus sonhos.
    É o que faz ter amigos de luxo. Muito obrigada.

  • Em Portugal há gente competentíssima em todas as áreas e gente com muita capacidades criadora e imaginativa que, infelizmente, não é valorizada ou é pura e simplesmente ignorada. Muitas vezes são os estrangeiros que as descobrem e que as divulgam. Depois embandeiramos em arco e apregoamos aos sete ventos: “É um português!”. Cabe-nos a nós proporcionar um pequeno palco a todas as pessoas cujo trabalho, pela sua seriedade e originalidade, constituem uma mais valia em qualquer parte do mundo.

COMENTAR