De A a Z, tudo se pode fazer DE OUTRA MANEIRA...
HomeSociedadeHistórias

Histórias

Estou a ver-me com a minha Mãe, ela com o livro da conjugação dos verbos em francês, de capa preta, e eu lá ia recitando todo aquele rol na véspera do ponto enquanto ela ia assentando

A cena repetia-se todos os anos, durante as férias que há mais de uma década passávamos na República Dominicana. Sempre no mês de Fevereiro, para fugir ao frio de Portugal. Não que as temperaturas fossem excessivamente

Já aqui há uns anos, uma doente entrou no meu consultório e disparou: “A Sra. Dra. opera com pontos ou sem pontos? É que eu já vi na Internet que agora as operações mais modernas aos

Sempre que em qualquer congresso médico, mesmo nos confins do mundo, os meus colegas se atarefam para encontrar um restaurante adequado para festejar a nossa chegada, a minha resposta é invariavelmente a mesma: “não posso ir

A palavra “escritório” sempre exerceu sobre mim uma espécie de magia. As longas horas da minha infância passadas no escritório do meu pai contribuíram certamente para isso. Na altura, trabalhava-se ao sábado e o meu

Tsipras sai? Varoufakis saiu. E a dívida fica! Para quem? Para o futuro dos Gregos claro! E só há crédito se houver confiança nesse futuro que coitado já leva um pedregulho nos pés. Sentada na praia a

Com o isolamento e muito antes da TV, numa cidade como Vila Real durante o século XIX a grande fonte de entretenimento eram as outras pessoas. Sujeitos excêntricos não faltavam e o culto do dichote e

Nasci, mas ainda hoje não teria noção desse facto não fosse por tanto terem insistido comigo a celebrar um aninho, dois aninhos que agora são praticamente anões. Ah, isto foi antes do século passado ser um

Sempre tive pouca propensão para grandes comezainas e pouca paciência para estar muito tempo à mesa. Em criança, o meu físico franzino e a relação difícil que mantinha com as horas das refeições, levavam a minha

A doente vinha com um ar afogueado, as faces vermelhas e um barrete de lã grossa enfiado até às orelhas. As roupas simples e as mãos rudes deixavam adivinhar uma origem humilde e provavelmente trabalho árduo