De A a Z, tudo se pode fazer DE OUTRA MANEIRA...
 

Foi assim que o De Outra Maneira começou…

Um grupo de pessoas, com formação em diferentes áreas e interesses diversificados, decidiu unir-se em torno de um projecto a que chamou De Outra Maneira.

António Barros Veloso

Educação, conhecimento científico, história e filosofia da ciência

A música dá uma felicidade muito especial.

António Câmara

Educação, expansão da criatividade, engenharia civil, cinema, desporto, empreendedorismo

Princípio educacional: formar pessoas para a excelência.

Cristina Gonçalves

Escola, motivação, dança, teatro, a presença do corpo, actividades extracurriculares

As aulas de dança são um espaço de aprendizagem privilegiado, mas que as escolas desaproveitam.

Henrique Melo

Marinha, submarinos, conjunto de saberes alargado, experiências muito ricas

O mar é, no futuro, o novo espaço de expansão.

Isabel Almasqué

Medicina, olhar de uma maneira diferente, lidar com o inesperado, compreender, aceitar

A azulejaria de fachada é um património único, original.

José Miguel Pereira

Engenharia florestal, fogos, Amazónia, clima, investigação

Aprendemos muita coisa a trabalhar à escala global.

Leonel Moura

Artes, conhecimento, criatividade, inovação

Temos muita tendência em ver as coisas de forma linear, há uma causa e há um efeito, mas não é assim.

Minnie Freudenthal

Medicina, curiosidade, compaixão, aventura, viagens, culinária, hipnose clínica

No presente devemos ter a coragem de viver os sonhos que nos moveram, mas para o futuro temos todos que investir na educação.

Janeiro, 2011

Videos de Miguel Mendes

Partilhar
Últimos comentários
  • Devo confessar que fiquei com inveja deste grupo de oito pessoas que se conheceram não sei como e souberam construir algo que os une, quando quase tudo neste mundo faz com que o fito seja o contrário. Em Portugal não pensar o mesmo afasta o diálogo e separa as pessoas. Como sempre foi mais o “diverso” que me atraiu, o vosso DOMA tem sido uma revelação. Espero continuar a seguir-vos nas diferenças que vos unem!

    • Pois é Helena, neste mundo global, já vai sendo raro encontrar quem pense pela própria cabeça e quem valorize o que é diferente. É o que temos tentado fazer neste grupo que, felizmente se tem vindo a alargar com pessoas da áreas mais diversas. Esperamos poder contar um dia com a sua colaboração. Bj

  • Cristina Gonçalves

    Foi tão bom ler este seu comentário, Helena! É que foi mesmo assim que o DOMA começou…muito obrigada! Contamos consigo…um beijinho

COMENTAR